Para sempre

“Eu te amo”, ouvi-a dizer ao telefone. Sabia que não era uma declaração de amor. Ela estava se despedindo. Quando desliguei o celular, um aperto tomou conta do meu peito e chorei feito uma criança. Sabia que nunca mais iria vê-la. Até hoje seu corpo não foi encontrado e, às vezes, acordo no meio da noite com uma lágrima presa nos olhos. Faria qualquer coisa só para vê-la mais uma vez e beijar seus lábios. 

Ewerthon Tobace, da série de minicontos, 1/Dezembro/2021, baseado em depoimentos de parentes das vítimas do ataque às torres do World Trade Center)

Arte/Illustration: ©ETo/2021

© Todos direitos reservados à Ewerthon Tobace. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização. © All rights reserved to Ewerthon Tobace. This material can not be published, broadcast, rewritten or redistributed without permission.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.